top of page

DENTISTA, SAIBA COMO LIDAR COM AS EMOÇÕES DOS SEUS CLIENTES

No dia a dia do consultório, é muito comum para o profissional de odontologia lidar com os estados emocionais de seus clientes, saber como acolher e administrar isso pode fazer toda a diferença.

A integração entre a odontologia e inteligência comportamental passa por remodelação de conceitos já usados no cotidiano dos estudos da psicologia de grupo e em neurociências, como “mindset”, “inteligência emocional", entre outros.


Dentro do consultório, é muito comum que clientes relatem que uma dor de dente, por exemplo, coincide com um momento de estresse emocional horas antes do dente começar a doer. Ou que a rotina está muito puxada. Qualquer que seja o motivo, se ele está ligado à saúde emocional de uma pessoa, com certeza o desequilíbrio desta saúde pode afetar a saúde bucal.


Não só na cavidade bucal, mas como em qualquer outra parte do corpo humano, os desequilíbrios psicológicos podem afetar as inconstâncias físicas, e o reverso também é possível. Se uma pessoa passa por estresse constante, o corpo dela estará liberando hormônios (hidrocortisona e cortisol), além de adrenalina. São substâncias que regulam o sistema imunológico, gerando efeitos pró-inflamatórios.


Ao se deparar com situações assim, o dentista pode ir além do cuidado com a saúde bucal. O simples ato de acolhimento e do uso de uma escuta ativa não só vai aliviar o estado deste cliente, como também dará ao profissional informações relevantes sobre como tratar das causas prováveis desse estado.


Obviamente que o tratamento das questões emocionais deste cliente deve ser feita por um profissional de psicanálise ou psicologia devidamente credenciado, mas com técnicas simples de respiração, ancoragem especial e fisiológica, visualizações, estado associado e/ou dissociado, ponte ao futuro e outras, aplicadas sutilmente fazem total diferença.


A técnica mais simples e eficaz, que ainda trará um resultado imediato e ainda um aumento significativo da satisfação desse cliente é a modelagem de estado, desenvolvida por Milton Erickson, psiquiatra e maior hipnoterapeuta de todos os tempos. Onde o dentista acolhe esse estado emocional do cliente, acompanha esse estado mudando o seu estado propositalmente (se o cliente está mais agitado, o dentista entra neste estado, por exemplo) e em seguida conduz o cliente para um novo estado, alterando o seu próprio estado emocional para um estado de mais tranquilidade, mudando a sua fisiologia, entonação vocal e etc.





34 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page