top of page

COMO LIDAR COM O PILOTO AUTOMÁTICO DA MENTE

Para que possa desligar o seu piloto automático, é essencial saber o que é o piloto automático.

Podemos considerar que, quando a nossa mente vagueia (por pensamentos, imagens, memórias, antecipação de cenários futuros) e nós não damos conta de que isso está acontecer… é bem provável que estejamos em piloto automático.


Claro que todos nós, ao longo do dia, executamos várias ações automáticas porque só assim conseguimos ser eficientes para lidar com o nosso mundo. Essa eficiência, constitui uma vantagem evolucionária, por um lado e, por outro, resulta de vários anos de aprendizagem em que o cérebro criou vias neuronais de acesso imediato para criar rotinas e hábitos.


Um bom exemplo de piloto automático é quando está a conduzir o seu carro e começar no ponto A e chega ao ponto B sem se dar conta. Por muito que seja útil conduzir sem pensar no processo (mudanças, embraiagem, acelerador, etc..) a verdade é que perde um pouco do controlo sobre a sua vida, e pode começar no ponto A bem-disposto e chegar ao ponto B tenso, sem se aperceber de como isso lhe aconteceu. Claro que existem outros automatismo: os seus movimentos enquanto come, enquanto escreve ao computador, enquanto caminha – a facilidade com que todos estes hábitos se processam na sua vida. Imagina a vida sem estes hábitos automáticos?


A expressão “piloto automático” descreve um estado da mente no qual a pessoa age sem uma intenção consciente ou sem a consciência da percepção sensorial do momento presente. Apesar da vantagem evolucionária que este modo nos proporciona, estar em piloto automático pode ativar, no entanto, uma vulnerabilidade para o sofrimento emocional.


O problema que existe em relação ao piloto automático reside naquilo que nos está acontecer ao mesmo tempo que desempenhamos as rotinas. Ou seja, como se estivéssemos adormecidos sem uma ligação de qualidade ao que nos rodeia, ou perdidos em preocupações sem sermos capazes de sair delas.


Assim o que lhe proponho ao desligar o piloto automático é, na realidade, um acordar. Esse acordar, tomando consciência dos nossos padrões de pensamento, das nossas emoções constitui-se como um desafio de crescimento individual gratificante. E para que isso ocorra se faz mais do que fundamental vivenciar um processo de reprogramação mental, que está acessível em meus programas de desenvolvimento pessoal.

75 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page